“A Mulher do Fim do Mundo”, de Elza Soares, é eleito o melhor disco da década



O disco “A Mulher do Fim do Mundo” (2015) de Elza Soares foi eleito o melhor disco da década. O levantamento foi realizado pelo site “Scream & Yell”, com base na opinião de 100 especialistas em música. No mercado internacional, quem conquistou o primeiro lugar foi David Bowie, com “Blackstar” (2016).



Nas redes sociais a artista comemorou a conquista. “O site consolidado Scream & Yell, que fala sobre música, divulgou sua lista dos melhores discos lançados nos ‘anos 10’ no Brasil e exterior“, anunciou. 



“Conforme os votos enviados por 100 especialistas, Blackstar (2016), o último trabalho de David Bowie, foi o grande álbum internacional da década, e A Mulher do Fim do Mundo de Elza Soares o melhor disco brasileiro“, finalizou Elza. 



Vale destacar que o disco de Elza ganhou com larga vantagem o primeiro lugar. No total, o disco conquistou 376 pontos, enquanto “Nó na Orelha”, Criolo, segundo lugar, fechou com 258 pontos no total.



Inf: https://todosnegrosdomundo.com.br/



Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Elza Soares (@elzasoaresoficial) em 9 de Jan, 2020 às 2:45 PST

#ElzaSoares #música