Como superar o fim? Expert em relacionamentos Renatinha Diniz dá dicas sobre o tema

Renatinha Diniz, apresentadora com mais de 10 anos de carreira, expert em relacionamentos e comportamento masculino, traz uma lista com 5 dicas para te ajudar a superar o fim de uma relação. A especialista em relacionamentos vai te incentivar a encarar a dor do término para conseguir sair da fossa, confira a lista especial:

Viva o luto!

O sentimento de tristeza e frustração são naturais com o término de uma relação, por isso, não tenha medo de encarar o luto do término nos primeiros dias, você não precisa tentar mostrar para o mundo que está bem, sendo que não está. Saiba que quanto antes você acolher seus sentimentos, mais rápido eles tendem a amenizar!


Não se lamente

O término não significa que o relacionamento não deu certo, lembre-se que vocês já viveram diversas situações juntos, momentos tristes e felizes, e isso significa que deu certo pelo período que tinha que dar. Então sem lamentações, o importante é focar no aprendizado e na evolução adquirida durante o relacionamento.


Se reconecte

Após o término e a sensação de luto, é necessário se reerguer e perceber que a vida continua, e isso pode ser incrível! Aprenda a curtir sua própria companhia, cuide da sua saúde física e mental. Procure realizar exercícios físicos, manter uma alimentação saudável, e, se necessário, procure por ajuda profissional para te ajudar a enfrentar e compreender o processo da separação.


Não é hora de se envolver

Enquanto você não se sentir bem, não vai ser a hora de seguir em um novo relacionamento. Se sua intenção é encontrar alguém agora, antes de superar o término, vai acabar atraindo uma pessoa com a mesma bad vibe que sente no momento. Por isso, só pense em um novo relacionamento quando estiver bem consigo mesmo, sendo o que você quer atrair, para que as coisas fluam de forma saudável e natural.


Vai passar!

Tudo tem seu tempo e para superar não seria diferente. Ao persistir os pensamentos sobre o término, lembranças e desmotivação, procure ocupar a mente com filmes, livros, atividades físicas e passeios com os amigos, assim é possível perceber como o sofrimento é momentâneo e ele também vai passar. Logo a dor do fim da relação não será a mesma do início.