Vandré Silveira fala do seu personagem, o caminhoneiro Eurípedes em 'Amor dos Outros'

Vandré Silveira chega a 2022 no ar na CineBrasilTV dando vida ao caminhoneiro Eurípedes na série ‘Amor dos Outros’, produção da Framme Produções com direção de Alexandre Mello. Diferente de personagens de sucesso que viveu recentemente na TV, como Lázaro, na novela ‘Jesus’, da RecordTV, e do advogado Tibério de ‘A Dona do Pedaço’, da TV Globo, Eurípedes é um homem com características que trouxeram lembranças de família de Vandré.


- Meu avô materno era caminhoneiro. Benedito Fagundes. Conhecido como Seu Benê. Me senti extremamente lisonjeado em honrar minha Ancestralidade. Aliás, aprendi a dirigir caminhão exclusivamente para a série. Preciso dizer também que uma das minhas maiores inspirações para fazer o Eurípedes foi o trabalho do Antônio Fagundes em ‘Carga Pesada’. Sou muito fã do trabalho deste grande ator – explica o ator.

Além de todo um trabalho corporal, outro trabalho que Vandré teve que buscar para viver o caminhoneiro foi trabalhar o sotaque piauiense.

- Foi interessante acessar registros de personagens mais broncos, machistas, estes homens que entendem que lugar de mulher é na cozinha, cuidando dos afazeres da casa e dos filhos. Mesmo sendo uma série de comédia, pudemos evidenciar um comportamento machista e abusivo, ainda tão presente em nosso cotidiano e pelo qual devemos sempre combater. Assisti alguns filmes e séries, além de ter o auxílio da fonoaudióloga Verônica Machado, que me ajudou com o sotaque piauiense. No Maranhão, ainda tivemos uma preparação intensa antes das gravações com ensaios e leituras de roteiros. Tanto o Igor Medeiros, quanto o Amauri Jucá, atores da série, também me auxiliaram na prosódia e nos hábitos peculiares do povo nordestino. Uma cultura tão rica e diversa – ressalta Silveira.


Além disso, o ator teve que trazer um tom cômico para o seu personagem, algo novo em sua trajetória de mais de 20 anos de carreira.

- Tive uma grande alegria na possibilidade de compor um homem trabalhador que ganha a vida na estrada. Eurípedes é caminhoneiro. Um trabalho de fundamental importância para o funcionamento comercial e essencial dos serviços do nosso país. O grande desafio foi humanizar este homem bronco e machista, mas que ama a esposa e faz tudo por ela. Além disso, tive que trazer traços cômicos para ele, algo novo na minha trajetória de ator – diz Vandré.

‘Amor dos Outros’ foi gravada em 2019, antes da pandemia, em São Luis (Maranhão).

- É um sentimento muito gratificante ver esse trabalho no ar. Nós, trabalhadores da Cultura, sofremos muito com esse período de pandemia. Foi um trabalho feito com muita entrega e amor, aliás por toda a equipe que esteve muito aguerrida. Fazer cultura neste país é resistir. E seguiremos sempre acreditando no poder de transformação humano, político e social da Arte – reitera o interprete de Eurípedes.


Para esse ano, o ator aguarda a sua estreia como protagonista na TV. Ele dá vida ao fazendeiro Simplício Dias, personagem principal da produção ‘Jenipapo- A fronteira da independência’ que foi gravada durante o ano de 2021 no Piauí.

- Me sinto muito feliz e grato em ter tido a oportunidade de contar uma parte da História do nosso país que é pouco conhecida. Simplício Dias da Silva foi um personagem complexo e contraditório. Mas é indiscutível seu papel de inclusão do Piauí no processo de independência do Brasil. Foi uma honra para mim ajudar a contar essa História. E sem dúvida, foi meu trabalho de maior entrega e potência – finaliza Vandré.

Assessoria: Mercadocom