• VAM Editoria Executiva Magazine

História das Jóias – 1940 a 1960



Anos 40



Este período é chamado de Retrô Moderno, mais delicado que na época dos anos 30. As mulheres passaram a trabalhar fora e desta forma tanto as roupas quanto as jóias tornaram-se artigos com maior praticidade. As bijuterias ganharam destaque porque devido a guerra, as importações de pedras foi suspensa. As solução foi utilizar as pedras semi-preciosas como as água-marinhas e citrinos. Alguns metais usados na fabricação de jóias passaram a ser utilizados na produção de munições.A fabricação de bijuterias atingiram o seu auge, influenciadas pelas estrelas de “Hollywood“. Na América, havia 929 empresas criando jóias ativamente.O tema militar estava também presente também nas criações de jóias com diferentes materiais nas peças de corações, medalhões e asas. São destaques também pulseiras, grandes broches, grampos, enfeites de cabelos com “strass, etc. As jóias na forma de estrelas da tela de prata tiveram grande importância na vida desta era. Outros temas que ganharam ênfase foram bouquets, fitas, pássaros, animais, bem como desenhos figurativos. Os joalheiros bem sucedidos da época são Pierre Sterle, Jean Schlumberger ou Fulco di Verdura.





Anos 50



Nos anos 50, a guerra havia acabado e a joalheria ressurgiu com novos estilos e materiais que não estavam disponíveis anteriormente. A novidade mais notável foi a pedra Aurora Borelis que foi produzido por Swarovski com auxílio de projeto de Christian Dior. A Aurora Borealis pedra (muitas vezes abreviada para AB) notável pela mudança de tons de cores quando em movimento. Esta pedra possui todas as cores: azul/verde; vermelho/laranja, etc.Os principais designers da época foram Christian Dior, Miriam Haskell, Henry Schriner . Stangley Hagley e Coco Chanel.Os broches apresentavam imagens principalmente de animais como cães e gatos assim como a imagem da bailarina. A década de 1950 destacou os gatos, “Poodles” e vaqueiros, pássaros em vôo e artigos de decoração de bares. As jóias de ouro sem pedras preciosas eram usadas principalmente durante o dia, e à noite, jóias com diamantes. Ametista, turquesa e coral eram as pedras coloridas favoritas enquanto pérolas cultivadas foram ganhando aceitação no uso diário.





Anos 60



Os anos 60 foram marcados pela liberdade na criação de jóias e bijuterias, caracterizando-se pela experimentação dos artesãos. Isto contribui portanto, para que os consumidores também pudessem manifestar suas preferências individuais. As jóias, no entanto passaram a ser guardadas em cofres devido ao aumento na criminalidade. A moda da época tornou-se mais descontraída, espirituosa e animada, voltando-se ao divertimento e fantasias.Destaques também para o uso de materiais mais baratos, cor neon, temas com figuras de animais cravejados com pedras preciosas. Os broches eram feitos como guirlandas, flores e folhas. O ouro foi trabalhado, esculpido, entrelaçado ou torcido. As grandes casas de design passaram a confeccionar peças com temas de animais silvestres, peixes espetado, flores e folhas, explosões, fogo, estrelas, cascatas de pedras grandes e volumosas em aglomerados irregulares todos substituindo as curvas arredondas do anos 50. Nesta época as gemas tornaram-se menores mais o diamante continuava sendo o número um em preferência, seguido pelos rubis, esmeraldas, safiras e granadas. A turquesa também ganhou popularidade.Os projetos da confecção de jóias passaram a sofrer influência da cultura indiana nas criações. Os brincos eram maravilhosos com temas abstratos, assimétricos e lunáticos feitos em todas as cores, textura e formas. As gargantilhas possuíam pingentes de diamantes em forma de pêra, ágata, agregados de cristais ou pérolas barrocas. As formas possuíam muita profundidade e volume. Os rubis, as safiras e as esmeraldas estavam sempre associadas aos diamantes. As pulseiras eram flexíveis ou mesmo rígidas, cravejadas por diamantes de forma aleatória de vários cortes ou com faixas onduladas.Os anéis solitários foram substituídos em preferência por anéis com pedras aglomeradas. Neste momento, os anéis apresentavam uma pedra central mais elevada e em um nível mais abaixo, outras pedras preciosas causando um efeito estilhaçado. Os efeitos de textura davam a impressão de reflexos da natureza como por exemplo o luar na água.

Informações misturebadafabi

#HistóriadasJoias #RetroModerno

0 visualização0 comentário
 

Formulário de Inscrição

+5555997127649

  • Instagram

©2021 por VAM Magazine. Orgulhosamente criado com Wix.com