Muato lança “Me Respirar” com Carol Dall Farra



Em parceria com a rapper e poeta, novos single e clipe integram o projeto “AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política”


Artista múltiplo premiado no Brasil e no exterior, Muato acaba de iniciar uma nova fase no seu projeto “AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política”. E para inaugurá-la, ele se une à rapper, poeta e compositora Carol Dall Farra no single “Me Respirar”, também registrado em clipe e já disponível em todas as plataformas digitais.

No single, Muato e Dall Farra criam uma abordagem poética e direcionam o olhar às questões político-sociais e amorosas. Dall Farra, que foi personagem recentemente do documentário "Falas Femininas", da Rede Globo, é cocriadora da faixa e enxerta versos num espaço que Muato abriu no meio da composição, que ele fez para um antigo affair. “Investimos num flerte entre a canção brasileira, o hip-hop, o pop e o jazz”, diz ela. “É tudo música afrodiaspórica contemporânea, é tudo música preta”, exclama ele, sempre com o olhar voltado para o futuro. "Me Respirar" é o primeiro entre os cinco lançamentos que acontecerão até agosto para formar o EP "Live Session - AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política", gravado no teatro SESI - Firjan em parceria com edital Bossa Nossa da plataforma Benfeitoria.

Muato tem como característica marcante sua atuação em diversas funções do fazer artístico, seja como compositor, produtor musical, cantor, poeta, ator ou instrumentista. A sua musicalidade o faz transitar pelos universos do teatro, cinema, música, poesia e artes visuais, sempre imprimindo personalidade através da sua identificação com a expressividade afrodiaspórica contemporânea. Uma das suas marcas registradas é a utilização de recursos vocais não convencionais, a percussão vocal e o violão de 8 cordas em uma linguagem de muita improvisação. Produtor musical premiado na Alemanha pelo "Awards Deutscher Pop & Rock Preis" de 2019 em sete categorias e diretor musical ganhador do "Prêmio APTR de Teatro" em 2020 por "OBORÓ, Masculinidades Negras", coleciona parcerias com nomes da nova geração e artistas consagrados, como Isabel Fillardis, Robertinho Silva, Cristovão Bastos, Clarice Assad, Pedro Ivo Frota e Sid Ferreira.

Trama de amor, resistência, versos e ritmos

Em "AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política", Muato cria uma abordagem poética onde direciona o olhar para as questões político-sociais interferindo na forma de se viver os amores. Essas criações são regidas por formatos diversos de Love Songs temperadas com uma poesia imagética e um flerte estético entre a Canção Brasileira, o Hip-Hop, o Pop e o Jazz. O projeto foi selecionado pelo “Bossa Nova”, programa de fomento à cultura idealizado pela plataforma Benfeitoria e viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo do ISS-RJ, com patrocínio do Grupo Globo, Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Kappamakki, PSR e Rede D'or.


A poesia ganha os muros e as mentes

Em paralelo aos lançamentos, Muato realiza sua primeira intervenção artística urbana no Rio de Janeiro. Com arte de Alonso Martinez e logomarca de Raquel Alvarenga, trechos de poesias de suas composições começam a preencher o cenário da cidade através da técnica popularmente conhecida como “Lambe Lambe”. “A ideia é povoar a cidade com uma poesia reflexiva. Essas frases propõem uma relação sensível e ao mesmo tempo prática com nossas emoções, isso é uma marca do projeto. Parte também do entendimento de que viver o amor é um ato revolucionário pra nós”, diz o artista.


“Me Respirar” e a série completa podem ser conferidas em https://www.youtube.com/user/andremuato/