Na semana da cultura, Renner lança terceira coleção Somos Arte em colaboração com artistas visuais

Com peças de verão adulto e infantis, a varejista expande as cocriações e convida 7 novos artistas nacionais para a segunda coleção de Somos Arte

O poder de se expressar, encantar e marcar o tempo, são características presentes na arte e que a Renner, maior varejista omni de moda do país, também traduz para a moda. Com intuito de ampliar o acesso à arte, a marca lança, na semana da cultura, novas peças para coleção Somos Arte, com a assinatura de 7 novos artistas com linguagens plurais: Gabriel Azevedo, Pedro Luis, Xadalu, Criola, Nila do Cerrado, Efe Godoy e Jana Gatt. Os criativos conectam suas personalidades e visões de mundo para empoderar o movimento artístico com sua diversidade estética e cultural por meio dos lançamentos, já disponíveis nas lojas físicas e e-commerce (acesse aqui). A novidade dá continuidade à um compromisso de longa data da marca com a cultura, o Renner Cultural, que reúne e apoia projetos artísticos e culturais a fim de ampliar o acesso à arte no país.


A nova coleção amplia os olhares para as categorias da varejista e vai de encontro à estação mais quente do ano. Com modelos de biquínis, saídas de praia, cangas, bermudas, e até mesmo peças infantis, as opções imprimem a pluralidade e essência de cada artista e podem ser encontradas a partir de R$15,90. As peças criadas em parceria com Gabriel Azevedo misturam inspirações botânicas e cenários típicos brasileiros, em composições cheias de frescor estampadas em biquínis femininos adultos, peças infantis e acessórios. Seguindo por um caminho tropical e leve, Nila do Cerrado representa sua inspiração na natureza nas criações com folhagens e pássaros que transformam camisetas, bermudas e tênis femininos e masculinos em verdadeiras obras de arte.

Contornos urbanos também marcam presença na coleção através do olhar criativo do artista mestiço Xadalu, que traz elementos da serigrafia, pintura e fotografia para abordar a arte urbana e o tensionamento entre a cultura indígena das cidades. Sua visão fica clara nas peças que misturam tonalidades escuras com retratos ilustrados da fauna brasileira. Quem também constrói um trabalho híbrido nas técnicas utilizadas em suas artes, é Efe Godoy. Com estampas e peças que apresentam desenho e pintura, o artista compõe um visual mágico e retrô em camisetas, bermudas e camisas em viscose. Para completar, Pedro Luis, mistura a elegância das peças mais clássicas em alfaiataria, com o artesanal dos letterings bordados cheios de significados.

Trazendo um recorte de ancestralidade e espiritualidade para a coleção Somos Arte, a grafiteira e ativista negra Criola usa tons e elementos afro-brasileiros em seu trabalho, mesclando peças que vão de bucket hat a bolsa frontal e colares de miçanga siliconadas.

Somadas às opções para o guarda-roupas adulto, a artista Jana Glatt, aposta em cores vivas para pintar seu universo lúdico em peças infantis cheias de estilo, com ícones da fauna e da flora brasileira.

As peças dos sete artistas podem ser encontradas ao lado das mais de 80 peças do lançamento de outubro, que trouxe as visões artísticas das paulistas Naia Ceschin, Igi Lola Ayedun e Lanó, da carioca Chica Capeto e do recifense Bozó Bacamarte, para assim, conectar o público com a arte e fazer do próprio corpo uma tela por meio das coleções.


Créditos: divulgação Lojas Renner