O Brilho de uma estrela: Giovanna Lancellotti fala sobre novos trabalhos para a VAM Magazine

Giovanna Lancellotti tem quatro filmes para protagonizar, dois prontos para lançar e série no streaming


Giovanna Lancellotti apareceu pela primeira vez para o grande público em 2011, quando estreou em Insensato Coração. Depois da obra de Gilberto Braga, a jovem atriz não parou mais. De lá para cá foram seis novelas, uma série e diversos filmes. A menina que nasceu em Ribeirão Preto e foi criada em São João da Boa Vista ganhou o mundo. Neste ano, ela estreará um novo trabalho, agora no streaming: a série Temporada de Verão (Netflix). Além disso, Giovanna tem quatro filmes para protagonizar e mais dois prontos para serem lançados: Incompatível, do diretor Johnny Araújo, e Nada é Por Acaso (adaptação da obra de Zibia Gasparetto), dirigido por Márcio Trigo.

Na conversa exclusiva com o editor chefe Antonnio Italiano a atriz geminiana de 28 anos fala sobre seus novos trabalhos, vida além das câmeras e muito mais.

Leia a entrevista e veja o editorial fashion:

VAM: Na quarentena, você passou um período no interior de São Paulo com sua família. Onde considera o seu endereço fixo? Sim, passei boa parte da pandemia com a minha família. E foi muito importante estar com eles naquele momento, porque nós fomos apoio uns para os outros. Isso me ajudou bastante. Estar com a minha mãe, com a minha irmã e o meu padrasto, que são figuras imprescindíveis na minha vida. Também tive o contato com o meu pai, que também mora no interior de São Paulo, e com meus irmãozinhos, que ainda são pequenos. Eu amo estar com eles, estar na cidade onde cresci, mas a minha residência fixa é no Rio de Janeiro. Desde que eu comecei a fazer TV, eu moro no Rio.

VAM: Você tem mais de dez anos de carreira. O que gostaria de fazer ainda? Ah, muita coisa! Acredito que, com a idade, os personagens vão melhorando. O ser humano é muito complexo e é uma fonte infinita de possibilidades para a dramaturgia. Quero fazer uma vilã bem má, bem perversa... Mas é até difícil falar, porque são muitos os meus desejos como artista. Se tem desafio, eu quero estar lá. Eu sou inquieta e amo o que faço.

VAM: Como você avalia a entrada do streaming no mercado do audiovisual? Maravilhosa! O streaming é mais uma possibilidade de trabalho. E o que eu acho mais legal é que existe uma aposta em descobrir talentos na direção, no roteiro... Temos tantos profissionais incríveis no país. Sem falar que o streaming é mais um lugar para levar o nosso trabalho para o mundo. As novelas já faziam isso com as exportações, mas o streaming intensificou e deu uma dimensão maior ainda.

VAM: O que você pode falar sobre os seus próximos trabalhos? Tenho uma série para estrear na Netflix. Uma personagem que amei fazer, mas não posso dar detalhes. Vocês vão ter que esperar um pouco. Tenho dois filmes para estrear: Incompatível e Nada É Por Acaso. E tenho quatro filmes para protagonizar em 2022. Tem muito trabalho pela frente e eu estou bem animada para dividir tudo isso com o público.

VAM: Conta como foi esse trabalho em meio à Pandemia? Foi uma experiência diferente depois de tantos anos de carreira. Os processos mudaram, os protocolos de segurança, necessários para o cuidado de todos, são exigentes, e isso é o correto. Tivemos que nos adaptar a contracenar com distância e uma porção de outras coisas. Mas foi importante estar no set para mim.