Brasil + Equador: Unidos com arte



Jarsom Wayans, 30 anos de idade, é nascido no Equador e foi onde estudou produção cinematográfica e TV.



Sua paixão pela arte lhe permitiu trabalhar em projetos em diferentes áreas dentro do audiovisual, como no teatro. Após trabalhar em projetos no cinema, publicidade e televisão em seu país, decidiu viajar, cruzar fronteiras trabalhando no Peru, Panamá, em canais de televisão:



” Foi um projeto que me permitiu ter maior interesse em estudar outras coisas”



Em 2015 viajou a Argentina para estudar o Mestrado em Comunicação Pública na Universidade de Bergamo – Buenos Aires sendo mais um desafio para a sua carreira como artista e criador.



Trabalhou em vários projetos de publicidade e televisão em Polka (empresa de produção muito importante no meio audiovisual).



Em 2017 Jarsom chegou ao Brasil e se apaixonou:



“Há dois anos, eu me apaixonei por este país que me trouxe novos objetivos, sendo um ator e diretor de teatro e cinema”



Hoje trabalhando em construção profissional e acadêmica como ator e diretor, permitiram desembrulhar vários projetos como o que atualmente roubou o seu coração: “Navio Negreiro”



Uma peça do teatro, no qual é uma história real contundente, baseada no poema de Castro Alves.



” A peça em que me permitiu conhecer como artista, ator e criador. É um projeto que marca o antes e depois na minha carreira e na minha vida pessoal, e com ele a importância de aprender e ver além do que não podemos ver em nós mesmos, me permitiu amar este projeto onde eu trabalho como ator e produtor, trabalhando com um elenco incrível e uma maravilhosa diretora e dramaturga”.



#ARTE #Brasil #EQUADOR