Lei da ação e reação porque você deve se preocupar com ela

Será que tudo o que acontece em nossa vida tem um propósito e uma relação com momentos passados?


Segundo os budistas, o carma é uma lei que afirma que toda ação, seja ela boa ou má, gera uma reação, retornando com a mesma qualidade e intensidade a quem a realizou. “Carma é um reflexo das ações passadas. Por exemplo, se você fez mal a alguém, sofrerá a consequência disso em algum momento. Do outro lado da moeda, as atitudes positivas são recompensadas. Logo, mesmo diante de situações negativas, é preciso enxergar a oportunidade de consertar os erros e evoluir espiritualmente”, explica Yara Vieira, especialista do Astrocentro, um dos maiores portais de esoterismo do Brasil.



Segundo a visão espiritual há três tipos de carmas: o Bumerangue (no qual o sofrimento e as bênçãos voltam para o indivíduo na mesma proporção); Organismo (relacionado as vidas passadas, por exemplo: se você machucou alguém, pode nascer com uma expressão disso (seja algo físico, uma marca, uma mancha ou algo emocional) e o Simbólica (tornando a intuição um sentido muito mais apurado).

Ainda de acordo com Yara Vieira, o carma envolve o corpo, a fala e a mente e possuem três aspectos principais: o positivo (atitudes que visam ajudar outras pessoas), negativo (com a intenção de prejudicar a terceiros) e neutro (ações não intencionais).

Muitas das pessoas acham que o carma só se refere a coisas negativas e que não há como reverter isso. Mas calma. Não é bem assim e há como mudar isso. “Para começar, você precisa ter em mente que não está sendo punido por erros do passado. Na verdade, essa é uma grande oportunidade de crescimento e de evolução, em prol do bem comum. Aceite o ciclo de casualidade que envolve as vidas passadas, nem tudo representa sofrimento, tente praticar boas ações” – pontua Yara.

Para entender mais sobre o assunto, conheça as principais leis do carma:

  1. A grande lei: tudo aquilo que você fizer, algum dia receberá em troca. Em outras palavras, quando plantamos boas sementes, temos boas colheitas, e vice-versa;

  2. Criação: todos estamos conectados com o Universo. Por isso, é essencial criar condições para receber aquilo que desejamos.

  3. Humildade: tudo o que existe dentro de nós se espelha pelo caminho. Assim sendo, se apenas enxergamos coisas ruins, ficaremos presos às energias inferiores.

  4. Crescimento: para evoluir, é importante se transformar. Então, não podemos esperar que outras pessoas mudem. Isso deve partir de nós mesmas, afinal.

  5. Responsabilidade: assuma a sua responsabilidade em algo que não deu certo. O Universo é um espelho que reflete aquilo que oferecemos.

  6. Conexão: tudo está conectado no mundo, mesmo que não possamos enxergar. Para tal, confie na trama que envolve passado, presente e futuro.

  7. Foco: manter o foco no que é positivo não dá abertura para sentimentos negativos.

  8. Doação: os aprendizados devem ser compartilhados. Dessa forma, podemos beneficiar outras pessoas.

  9. Aqui e agora: viva o momento, sem se prender nos acontecimentos do passado. Para evoluir e viver bem, mantenha sua atenção no tempo presente.

  10. Mudança: é fundamental aprender com situações ruins, de modo que elas parem de se repetir. Nesse caso, busque ident