top of page

Louis Vuitton inaugura seu primeiro lounge no aeroporto

A casa de luxo reforça sua experiência de marca no varejo de viagens com um primeiro endereço recentemente inaugurado no coração do Aeroporto de Doha, no Catar.

©Louis Vuitton
©Louis Vuitton

Um espaço inaugural Louis Vuitton Lounge


Como criar uma escala de varejo entre dois destinos de companhias aéreas? Ao abrir seu Louis Vuitton Lounge há alguns dias, a grife parisiense pretende atrair clientes em trânsito no Aeroporto Internacional Hamad, em Doha, coroado como Melhor Aeroporto do Mundo em 2022 pelo World Airport Awards.


Lançado em colaboração com a Qatar Airways, este novo espaço destina-se a quem viaja em primeira classe ou em classe executiva. Localizado no piso superior da boutique Louis Vuitton, com uma vista deslumbrante sobre o jardim interior do aeroporto, o conceito assenta essencialmente numa nova área de refeições, o Louis Vuitton Lounge by Yannick Alléno.

Aqui, a marca trabalha com o Chef três estrelas para desenvolver um menu exclusivo com produtos locais. No programa, sopas, sanduíches quentes, saladas, mas também uma seleção de caviars de ameixa ou, para quem tem pressa, um menu degustação. Há também uma variedade de doces e doces, entre grandes clássicos da gastronomia francesa - éclairs, Paris Brest, entremets, tropézienne... - e propostas de inspiração oriental.


Varejo de viagens, experiência gastronômica


Embora este novo endereço ilustre a confiança da Louis Vuitton na retomada dos fluxos turísticos pós-Covid, ele também reflete o adensamento das experiências gastronômicas inerentes às casas de luxo.


Com restaurantes no Japão, China e Saint Tropez, a Louis Vuitton reforçou sua diversificação no setor de restaurantes nos últimos meses. Além da abertura de um café e de uma fábrica de chocolates em suas cores dentro de seu espaço de exposição parisiense LV Dream, a casa também inaugurou no ano passado um restaurante com uma direção culinária pop-up: com sede em Seul, na Coreia do Sul, o estabelecimento já viu uma sucessão atrás do fogão dos chefs Pierre Sang Boyer, Alain Passard e Jeremy Chan.



Comentários


bottom of page