top of page

Última semana da exposição “Bancos Indígenas do Brasil” no MON

A exposição “Bancos Indígenas do Brasil”, realizada pelo Museu Oscar Niemeyer (MON), pode ser vista até domingo, dia 9/4. A mostra tem curadoria de Marisa Moreira Salles e Tomas Alvim e está em cartaz desde junho do ano passado.

Mais de 200 bancos, pertencentes à Coleção BEĨ e provenientes de 40 etnias da Amazônia, fazem parte da exposição. Dividida em duas partes, a primeira é dedicada à extensa produção da Terra Indígena do Xingu, localizada em Mato Grosso. A segunda parte reúne demais povos indígenas de várias partes da Amazônia, localizadas no Acre, Pará, Tocantins, Maranhão, Roraima, Amapá e Amazonas.


A exposição conta ainda com um banco de uma etnia de Santa Catarina e com seis grandes imagens feitas pelo fotógrafo Rafael Costa, no Território Indígena do Xingu (TIX).

Numa extensão da mostra, há bancos indígenas no Espaço Niemeyer e no hall térreo do Museu, próximo à saída de visitantes. Neste local, também estão expostos desenhos de bancos indígenas feitos por Poty, quando passou uma temporada no Xingu na década de 1960.

SOBRE O MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.


Serviço

"Bancos Indígenas do Brasil”

Museu Oscar Niemeyer (MON)

Sala 6, Espaço Niemeyer e hall de saída do Museu

Até 9 de abril

Комментарии


bottom of page