top of page

Amêndoa: o superalimento versátil que pode auxiliar na saúde

Descubra o poder da oleaginosa em impulsionar um dia a dia dentro dos conformes.

Divulgação: Almond Board of California

As amêndoas são verdadeiros tesouros nutricionais, sendo consideradas uma excelente fonte de proteínas, fibras, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis. Alimento saboroso, crocante, versátil e altamente nutritivo, as oleaginosas contam com vários benefícios, podendo promover a saúde de diversas formas.


Com uma infinidade de opções culinárias, desde lanches simples até pratos mais elaborados, incorporar as amêndoas na sua dieta pode resultar em inúmeros benefícios para a saúde. Além de ter impacto positivo na saúde do coração e ser naturalmente sem glúten, o superalimento pode apoiar os objetivos de controle de peso e contribuir para a saúde intestinal. A Almond Board of California, associação que representa produtores de amêndoas da Califórnia, convida as pessoas a conhecerem alguns dos benefícios da oleaginosa para a saúde. Confira:


Saúde do coração

As amêndoas oferecem benefícios significativos para a saúde do coração, o que é especialmente importante, visto que as doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte entre homens e mulheres.


São isentas de colesterol e uma porção de 30 gramas do superalimento tem apenas 1 grama de gordura saturada e 13 gramas de gordura insaturada. De acordo com a Food and Drug Administration dos EUA, evidências científicas sugerem, mas não provam, que comer amêndoas como parte de uma dieta pobre em gordura saturada e colesterol pode reduzir o risco de doenças cardíacas.


A American Heart Association®, organização americana dedicada a combater doenças cardiovasculares e derrames, certificou as amêndoas inteiras com a cobiçada marca Heart-Check, marca que facilita a identificação de alimentos e bebidas saudáveis para o coração no supermercado. Assim, é mais fácil para todos identificar a oleaginosa como uma opção inteligente.


Não contém glúten

As amêndoas naturais inteiras são uma opção sem glúten, versátil e agradável. Elas são uma solução comprovada para aqueles que têm doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, permitindo que desfrutem de uma dieta deliciosa e sem preocupações. Podem ser consumidas no seu formato natural (um lanche delicioso) ou fatiadas, em cubos e lascadas (adicionando crocância e substância a saladas, acompanhamentos, sobremesas, vegetais e muito mais). A manteiga de amêndoa também é uma ótima opção sem glúten.

As opções são infinitas. Usar farinha de amêndoa na panificação também confere um sabor sutil às suas receitas doces ou salgadas, além de essa ser uma das farinhas mais ricas em nutrientes disponíveis.


Controle de peso

Consumir um punhado de amêndoas por dia pode ser benéfico para os que desejam controlar o peso. Além do sabor leve e amanteigado e da crocância, o superalimento ajuda a saciar a fome e proporciona uma sensação de saciedade, tornando-se um lanche ideal.


Com apenas 160 calorias (ou até menos), as oleaginosas oferecem 4 gramas de fibra que ajudam a satisfazer, gorduras monoinsaturadas “boas” e 6 gramas de proteína que fornecem energia e satisfação duradoura. São consideradas uma boa opção para muitos planos de perda de peso populares devido à sua capacidade de saciedade e ao retorno nutricional positivo em relação às calorias consumidas.


Um estudo de 2016 realizado por pesquisadores do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) descobriu que as amêndoas inteiras não torradas têm uma absorção calórica 25% menor, enquanto as amêndoas inteiras torradas têm 19% menos calorias e as amêndoas torradas picadas têm 17% menos calorias em comparação às calorias listadas nos rótulos nutricionais. Para a manteiga de amêndoa, as calorias absorvidas não diferem das indicadas nos rótulos nutricionais. Embora a composição das amêndoas não tenha mudado, os pesquisadores usaram um novo método para medir as calorias das amêndoas, que se baseou nos métodos tradicionais e permitiu determinar o número de calorias realmente digeridas e absorvidas das oleaginosas. No entanto, mais pesquisas são necessárias para entender melhor os resultados do estudo e o impacto dessa técnica de cálculo de calorias na contagem calórica de outros alimentos.


Diabetes

Mais de 16 milhões de brasileiros vivem com diabetes ou pré-diabetes. Por isso, é importante entender o impacto positivo que as amêndoas podem ter nessa condição. O superalimento possui um valor nutricional significativo, com baixo índice glicêmico e uma combinação de nutrientes poderosos. Fornece proteína para combater a fome, fibra dietética satisfatória, gorduras “boas” e vitaminas e minerais importantes, como a vitamina E, magnésio e potássio.

Sua versatilidade e diversas formas tornam as amêndoas um lanche inteligente para pessoas com intolerância à glicose ou diabetes tipo 2. Além disso, um crescente corpo de pesquisa revelou que adicionar o alimento a uma dieta adequada para diabetes pode ajudar a melhorar certos fatores de risco, ao mesmo tempo em que proporciona sabor agradável e nutrição substancial.


Saúde intestinal

O intestino humano desempenha um papel importante no sistema imunológico, funcionando como uma porta de entrada, com cerca de 80% da imunidade se iniciando lá. É também onde os prebióticos entram em ação. A pesquisa in vitro levanta a hipótese de que as amêndoas podem ter um efeito prebiótico que pode ajudar o trato gastrointestinal a manter a imunidade e o bem-estar geral. Outra pesquisa analisou como as amêndoas podem afetar a microbiota intestinal. Embora mais pesquisas e estudos clínicos em humanos sejam necessários para determinar seu efeito prebiótico, as amêndoas são uma boa fonte de fibra, podendo contribuir significativamente para um trato digestivo saudável.


Fonte: Benefícios em tantas formas. California Almonds. Disponível no link.

Comentarios


bottom of page