top of page

Cléber Brandão: Descubra como o desenvolvimento pessoal pode ajudar a gerar lucros!

Cléber Brandão é palestrante e treinador comportamental e já treinou mais de 15.000 pessoas em seus cursos, eventos e palestras. Com humor, energia e conteúdo para fazer qualquer um se emocionar com as histórias e sorrir com os resultados, refletindo sobre suas ações e sobre o que pode ser mudado, gerando transformação em suas vidas. Leia nessa conversa dicas que valem ouro aplicar nos negócios e na vida pessoal em 2023.

Ass. Imprensa: Lara Comuncação

Cleber quero começar a nossa entrevista agradecendo por estampar a capa CAREERS da revista VAM Magazine.

VAM: Saudações, Cléber. Antes de mais nada: como palestrante e empresário, de que maneira você se definiria? O que você traz de diferente ao mercado, que porventura, outros estrategistas de negócios não oferecem? Eu faço parte do grupo dos inconformados e que estão sempre em busca de mudar o mundo de alguma forma. A mudança só acontece quando nos assumimos essa responsabilidade individualmente e é exatamente isso que faço quando estou à frente de algum projeto ou nos palcos treinando e motivando pessoas.


Uso isso a meu favor, levando além do que sou a contratado para fazer, mas entregando além do contratado para surpreender. A minha essência encanta alguém no mundo, assim como a sua também. Somos seres únicos e quando respeitamos isso e entregamos o nosso melhor, de forma bem feita e preocupados com o resultado que você vai gerar no outro, você se esquece de se esforçar para fazer um simples trabalho. O trabalho vira diversão e o esforço vira motivação.


Meu objetivo é fazer pessoas sorrirem e transformar vidas. É isso que faço de melhor, mas extraindo os diamantes de quem pode dar ainda mais daquilo que tem e nem percebe tamanha grandeza.


Se você ganha, eu ganho e essa é a minha filosofia. Vamos ganhar juntos e assim eu agrego em sua vida e estratégia.


VAM: Você nasceu em família humilde do interior de Goiás e se tornou professor universitário, mas sua paixão sempre foi impactar vidas. Cléber, você possui um extenso currículo acadêmico com vários MBAs tornando-o ainda mais capacitado tecnicamente. O que faz você se sentir realizado? E aproveitando o novo ano de 2023, teremos a 4º edição da Imersão Impacto? A minha realização é quando os outros se realizam e conquistam seus objetivos por meio do que eu tenho para ensinar. Durante o meu período como professor universitário, eu percebi muitos jovens e adultos ainda perdidos, fazendo uma especialização aqui e outra ali, sem saberem ao certo quem queriam ser. Isso me incomodava e eu queria ser diferente para eles e mostrar aquilo que a sala de aula não mostra. Ver além dos métodos científicos.


A Imersão Impacto fundamenta esse meu propósito e é por ela que consigo mostrar um caminho para os empresários que, muitas vezes, estavam distantes pela sua realidade. É onde o profissional se transforma para transformar e multiplicar enquanto ser humano. Vai muito além de um evento corporativo ou motivacional. É sobre ser sua melhor versão a cada dia e se conectar com pessoas para fazer negócios e transformar de verdade.


Inclusive, para 2023 existem novidades, já que agora o evento será de 3 dias de muito conteúdo, networking e crescimento pessoal. Garanto.


VAM: A Inteligência Emocional é um dos temas que você aborda com genialidade em suas palestras. Qual a dica que você dá para as pessoas que encontram dificuldades em desenvolvê-la? Existem “gatilhos” que podem ser usadas em negociações?


Cerca de 80% das nossas decisões acontecem pela emoção e apenas 20% pela razão, que precisa da emissão para que a lógica aconteça. Complexo? Talvez, as vou te explicar de forma simples. Aprender sobre o comportamento e como reagimos mediante as emoções não se trata apenas de uma vaga possibilidade situacional, mas uma necessidade, principalmente quando existem pessoas envolvidas e de diversos grupos culturais.


Imagine a inteligência emocional é como um músculo que você precisa treinar todos os dias na academia, sabendo que não irá crescer de uma forma rápida, mas de modo constante, desde que haja persistência e resiliência para enfrentar as tentações para deixar de fazer os exercícios.


Haverá dias que você se sentirá motivado para pegar pesos, mas outros, não terá vontade nem de sair da cama.


Controlar as emoções e saber que você irá perder o controle em algum momento e está tudo bem quanto a isso, mas precisa continuar se policiando para não perder o foco. É algo que irá levar tempo e nunca estará perfeito, porque você ainda vai conviver com aquela vontade de gritar, bravejar e ligar a chave do Fod**-se quando sentir muita pressão. E também está tudo bem quanto a isso. Não somos perfeitos e podemos errar, mas desde que saibamos como usar nossos erros para aprender algo novo e não cometer novamente.


Outra dica fundamental é ter próximo de você pessoas que se desenvolveram em algum momento e conseguem enxergar situações que você não consegue ainda. Deixar de lado quem não soma e agregar quem pode contribuir para seu desenvolvimento e uma das formas mais fáceis de aprender algo diferente em qualquer circunstância da vida.


Isso vai te ensinar a encarar o medo como sendo apenas um sentimento comum e que nunca irá sumir, mas que não precisa ser do tamanho que você criou. Ou enxergar as negativas de uma negociação como parte do processo de aprendizado e não o fim desmotivador de alguém que espera fechar um grande negócio, mas que se desespera quando não consegue.


Não temos tudo que queremos e não controlamos todas as situações a nossa volta.

Inteligência emocional é você aprender como lidar com o que você não controla e não influencia, focando naquilo que você realmente tem controle, como seus sentimentos e desejos.


VAM: Como acontece o seu Treinamento de liderança empresarial e comportamental? E para contratar mentorias individuais? Os treinamentos são criados de acordo com a necessidade da empresa e com foco no público que ela deseja atingir e qual dor sanar. Seja público comercial, operacional ou gerencial.


No mercado corporativo existem muitas guerras de egos e uma tendência dominante em estar sempre em primeiro lugar, mesmo que isso custe tempo de qualidade com a família e momentos de lazer na vida pessoal.


Acontece que se não houver o controle racional para desenvolver o emocional nesse campo, você se torna prisioneiro em uma jaula sem grades.


Os reflexos nas equipes vão desde desgaste emocional a um turnover constante, reduzindo a produtividade e desempenho.


Quando levo os meus treinamentos, busco alinhar os objetivos com a essência da equipe, mas trabalhando a autor responsabilidade do indivíduo de modo que seja capaz de perceber que toda e qualquer situação só ocorre quando há permissão e que não é o que falam ou fazem que muda algo, mas o que cada um faz e pensa sobre si próprio para aceitar ou recusar o que o mundo externo e as pessoas estão dizendo.


Costumo dizer que sou pago para falar o que os diretores falam o tempo todo, mas de uma forma didática, sarcástica, cômica e divertida. Como empresário serial, tenho experiências com diversos públicos e associando com meu conhecimento em didática para adultos, marketing, comércio, gestão, desenvolvimento e comportamento humano e mais uma porção de áreas, consigo entender a essência do que as empresas precisam.


No início eu sou odiado, confesso, me olham de forma cética, mas tenho um jeito misterioso e sedutor de envolver a equipe. Talvez seja meu charme, minha beleza, sei lá rsrsrs. Ou então a forma como trago o óbvio com verdades duras que geralmente são ignoradas no dia a dia, quando proferidas por gestores sem a prática da didática e comunicação.


Se quer seu time produzindo mais, faço eles sorrirem e chorarem (com emoção), mas faço produzirem e trabalharem felizes.


Faço treinamentos em todo o Brasil e para me contratar é só buscar nas redes sociais @cleberbrandao ou pelo site cleberbrandao.com.br

VAM: O mercado nunca foi para amadores e, mesmo sabendo disso, muitos insistem em manter algumas tradições. O que você acredita ser o Segredo “para o Sucesso”? Depende. O que é sucesso para você?

Para cada um, existe um significado diferente. Para alguns é ter abundância financeira, para outros é ter tempo livre para a família e ainda há aqueles que consideram que sucesso é se sentir bem no essencialismo e minimalismo. Para mim o sucesso é você se sentir bem com você mesmo, sendo grato com o que tem e feliz com o que vem. Parece simples, mas alcançar a plenitude da gratidão e aceitação de quem você é, significa se conhecer e se aceitar como é.


Como alcançar isso? Ai sim. Eu respondo sua pergunta: Nunca desistir de ser uma pessoa melhor e nunca parar no tempo. Esse é o caminho que considero par ter sucesso


VAM: A Comunicação assertiva faz parte dos seus ensinamentos e habilidades, como trazer essa forma de comunicar para dentro de uma empresa ou negócio? De forma administrativa, implantando processos e trabalhando as lideranças para darem exemplos aos subordinados. Se eu gritar com você, seu sangue irá se concentrar nas extremidades do seu corpo e uma reação natural começará a acontecer para que você esqueça toda e qualquer razão para tentar entender o porquê eu estou gritando e então seu lado emocional irá ser acionado para que você chore, retribua com gritos ou fuja.

Eu preciso capaz de entender o porque o outro está gritando e até que ponto ele está fazendo aquilo comigo ou como uma forma de extravasar uma frustração pessoal que ele não soube controlar.


Comunicação assertiva não é apenas treinar que fala, mas como o outro vai receber o que foi falado. Quando isso acontece, sem o sentimento de vitimismo de ambas as partes por acharem que estão no “direito”, aí temos um comunicado baseada no diálogo compreensivo.


Imagine que você gritou comigo porque eu demorei para te entregar um relatório. Eu posso simplesmente chorar e te xingar ou te perguntar se há algo que eu possa fazer para te ajudar de alguma forma, já que você agiu de uma forma pouco convencional. Talvez você tenha perdido alguém, seu filho esteja doente ou seu cônjuge tenha te traído e você não aprendeu a lidar com as suas frustrações.


Aqui eu escolho como vou reagir aos seus estímulos, assim como pode ser totalmente ao contrário. Nem sempre estamos felizes, com bom humor e podemos sim ter dias péssimos em que queremos jogar bombas em qualquer pessoa que vemos em nossa frente. Vai adiantar? Claro que não. Por isso as guerras surgem, pelo fato de não haver empatia.


VAM: Para um profissional que se sente estacionado na carreira e que não enxerga perspectivas de mudança, o que você aconselharia para que ele pudesse evoluir e crescer? Análise a expressão “Me diga com quem tu andas que direi quem tu és”. Agora responda como são as pessoas que você convive nesse momento. Elas são parecidas com você e tem hábitos semelhantes?


Somos aquilo que as 5 pessoas mais próximas a nos são e se eu quero mudar quem eu sou ou sair da minha zona de conforto, eu preciso conhecer novos lugares, culturas diferentes e conviver com gente que é como eu quero ser.


Se você sente que está estacionado, mas se vê como o mais inteligente do seu ciclo e não entende porque não consegue evoluir, então mude as pessoas que estão a sua volta e esteja onde você se sente o menos sábio e só assim aprender o que precisa para a enxergar e viver a próxima etapa de sua vida. Isso é disruptivo.


VAM: O mundo vive uma crise talvez sem precedentes, não é mesmo? Você fala com muita propriedade sobre alta performance, algo que tem sido um desafio ainda maior, de acordo com os relatos que temos de empresários e colaboradores. O que fazer, Cléber, para estimular a produtividade diante do cenário atual? O homem racional tem a necessidade de viver em grupos e se sentir pertencente à algum meio que o acolhe. Gostamos de viver em sociedade e nos identificamos com aquelas que tem desejos semelhantes.


Motivar hoje e tornar um time mais produtivo é compartilhar o propósito do seu negócio e o que você espera transformar com ele, envolvendo a equipe para que saibam que seja trabalho diário está movimentando uma causa maior,


Nos tornamos mais fortes e produtivos quando entendemos o porquê estamos fazendo o que fazemos todos os dias. Isso gera valorização e realização profissional e pessoal.


Propósito é fazer aquilo que você ama e ainda ser remunero por isso. Se quer unir sua equipe e que ela performe como nunca, tenha um propósito que vá além da sua missão, visão e valores que são engavetados em quase 100% das organizações pequenas e médias.


VAM: Cléber, foi muito enriquecedor para nós e acredito que para os leitores da revista, esse bate papo com tantas informações ricas e relevantes. O espaço é seu para deixar um recado final. Obrigado pelos ensinamentos e seja muito bem-vindo à VAM Magazine!


Eu acredito que todos nós podemos nos tornar aquilo que desejamos ser e existe um método com etapas para isso. Desde que aprendi sobre quem eu sou e como meu trabalho pode contribuir com um mundo melhor, eu entendi que isso faria de mim mais feliz pelo meu propósito de vida.


Não existe barreira para quem quer algo e se alguém fez, o que te impede de fazer?

Cada um tem a sua história e talvez a sua seja como a minha, que veio de uma família humildade e por isso só tem uma opção: aceitar que é assim e se esforçar mais que os outros para conquistar o que deseja. Cada um possui uma história com passado diferente e sempre haverá alguém melhor e pior que você.


Se compare com sua melhor versão e com o seu próprio ritmo, sabendo que quanto mais inteligente for a sua forma de trabalho e de aceitação da sua realidade, maiores serão os resultados. Mas acima de tudo, NÃO DESISTA PORQUE TEM ALGUÉM SE INSPIRANDO EM VOCÊ NESSE MOMENTO.



Comentarios


bottom of page