top of page

Brunno Daltro celebra volta à TV e investe na música

Na vida pessoal, Brunno dedica seu tempo à filha, Maria Teresa, de dois anos. Pai dedicado, ele diz ter se realizado com a chegada da menina. “Pode parecer clichê, mas depois que nos tornamos pais, tudo muda. Ela é o meu maior motivo”, diz ele, orgulhoso.

Brunno Daltro está totalmente envolvido em seus novos projetos: além de voltar à TV, a música tomou um lugar importante na sua vida. “Estou muito feliz com esse retorno através de um personagem muito rico na televisão, que não posso revelar detalhes ainda. E tenho feito aulas de canto, violão, além de aprender a tocar diversos instrumentos”, conta.

Sempre interessado por música desde pequeno, o ator começou a investir mais fortemente nesse tipo de arte quando começou a ser exigido que cantasse e tocasse em testes para filmes e séries. “E mesmo sem ter muito conhecimento, ia até as finais dos testes. Então, decidi me aprofundar e me apaixonei perdidamente”, afirma ele, acrescentando que, por conta do envolvimento com a música, decidiu lançar um projeto musical em breve.

E não para por aí. O ator está trabalhando com o preparador de elenco Leonardo Bertholini, com quem vai estrear uma peça de um dramaturgo clássico, no segundo semestre de 2023. “ ser ator é um ofício que deve se levar a sério. Ter comprometimento, consistência… estudar muito, ler muito… arte é vida e vida é arte. Estou em constante aprendizado, constante evolução.. e tenho tido mente aberta e boa vontade pra aproveitar todas as oportunidades que o universo me manda, expandindo sempre meu conhecimento.” observa ele, que também tem uma parceria de trabalho com o mestre de música Felipe Habib.

Vale lembrar que Brunno se tornou conhecido por seu talento e versatilidade ao participar de novelas como O Rico e Lázaro, Apocalipse e Gênesis. Inclusive, o ator levou o prêmio do portal especializado Notícias da TV, de melhor ator revelação , por conta de sua atuação como Gade. Leia a entrevista completa!

VAM: Você deu a vida a Gade, um dos filhos de Jacó, na novela “Gênesis”. Brunno, quero começar a entrevista descobrindo mais sobre você. Você é religioso? Qual a sua crença? Comente. Eu sou um cara normal. Famíla. Pai, filho, irmão… rs… apaixonado pela vida. Pelos momentos, desafios…A paixão me move. Se eu sinto aquele fogo no meu íntimo, então sei que vale a pena batalhar por isso. Seja com tudo na vida. É claro que a paixão me move, mas o comprometimento e a consistência têm de estar em dia.

VAM: O que mudou em VOCÊ desde que estreiou nas telinhas em Rico, e Lázaro (2017)? Não sinto que sou religioso, não tenho uma religião. Eu acredito na espiritualidade, que permeia todas as religiões. A bondade, a caridade, o amor. Mas me identifico com a doutrina espírita segundo Kardec.

VAM: Está voltando para a TV, e quero saber tudo! É novela? O que podemos esperar? Conta mais.

Muita coisa. Era um menino com pensamento de menino, e atitudes de menino. Rs. Amadureci muito de lá para cá. Principalmente em relação a meu comprometimento e à consistência do meu ofício.

VAM: Vilão ou mocinho? Estou voltando! Estou muito entusiasmado com esse novo desafio. É um presente, não podia vir em melhor hora. Já é para agora no 1º semestre de 2023…. Em breve, não posso falar mais ainda, rs. Também vou estar no palco com um texto de um dramaturgo clássico. É UM PROJETO com meu mestre no acting, o Leonardo Bertholini.


VAM: A Rede Daltro Educacional é a sua paixão, Brunno, como acontece as doações para o Retiro dos Artistas? E porque lá? A Rede Daltro oferece bolsas para familiares, desde a educação infantil até a faculdade, nos cursos técnicos também. Além de doações de roupa, alimentos …. Já era uma parceria que existia. E acho muito importante honrarmos os artistas que vieram antes de nós.

VAM: Qual o seu desejo coletivo? Que a empatia e compaixão prevaleçam!


VAM: O que aprende com a sua filha Maria Teresa? E como se mantém presente na vida dela? Cara. Essa criança me ensina tanto. Já disse isso algumas vezes. Só entendemos o amor de nossos pais quando temos os nossos. E é. A paciência, sair do egocentrismo e de fato reconhecer que existe um ser mais importante do que eu e que precisa de mim. Que precisa da minha me versão como exemplo. Por que ela é o meu legado. Ela reforça o que eu já vinha buscando, que é ser melhor todo dia, me ensina a ser compreensivo, a ser mais amoroso…. É incrível. Não há nada neste mundo que eu não faria por ela.

VAM: Qual a lição que a separação ensina? Que o perdão é uma ferramenta muito potente. E que deve ser praticada!

VAM: E qual dica para quem está entrando em um relacionamento? Não sei se sou a melhor pessoa pra poder dar dicas, rs. Mas sério. Hoje, diria para se conhecerem muito bem antes de qualquer coisa.

VAM: Se considera um galã? Se relacionaria com homens também? Explique. Que nada, rs. Me considero um ator. Um artista em constante evolução. Porque justamente eu trabalho diariamente para isso. Sobre me relacionar com homens… eu nunca tive vontade, risos.

VAM: Na música, vejo você em studio e cantando sempre. Fez aula de voz, acompanhamento com fonoaudióloga também. Brunno, você vai lançar música? É para algum espetáculo? Conta!

Cara… eu sempre fui apaixonado por música, mas não tinha descoberto essa paixão por fazer música. Tudo começou com testes que fiz para filmes e séries, em que era necessário cantar e tocar instrumento! Eu só sabia gaita. E todos sabemos que gaita é um instrumento muito peculiar. E fui indo para as finais e tendo um bom feedback desses testes. Percebi , então, que era um sinal do universo e decidi expandir meu conhecimento. E estar mais preparado quando uma nova oportunidade surgisse. E daí, comecei a fazer aula com o meu mestre Felipe Habib e me apaixonei perdidamente pela música! Logo depois, dois brothers meus estavam fazendo música juntos. Eles já têm uma estrada maior e um conhecimento mais apurado do que o meu na música. E aí, num ensaio, eles gostaram da minha voz e eu me identifiquei muito com o som deles e nos juntamos. Com, certeza teremos um lançamento esse ano. Estamos trabalhando bastante. Muito mesmo… E como eu sou um cara apaixonado…eu tenho me sentido apaixonado todos os dias com esse projeto e o meu momento….Resumindo… Olha onde a mente aberta me levou! Eu busco essa mente aberta todo santo dia….


VAM: O que da moda você gosta e não gosta? Eu gosto muito da moda italiana. Calças de alfaiataria… Mas também curto um Style mais despojado…. Sapatos, loafers, botas ao All star rs…. Camisas de linho, sociais, regatas…. Jaqueta de couro .. acessórios como brinco, anéis, cordão, boinas, pulseira, relógio … eu faço uma misturada.


VAM: Em quem você se inspira? E que quer inspirar? Tenho tantas inspirações… minha mãe é uma inspiração para mim. Como ela é irreverente na área profissional dela. Visionária. Como ser humano… como mãe… só quem conhece, sabe. Ela é uma fonte de inspiração.

VAM: Qual a parte do seu corpo que mais admira? E tem algum segredo de beleza?

Não sei, rs… real. Me pegou com essa pergunta. Tenho um segredo. Eu bebo água. Muita água, mas não qualquer água. Água alcalina e os efeitos são bizarros. As pessoas vão achar que é brincadeira. Mas o nosso corpo é formado por água na sua grande maioria. Imagina ingerir essa substância “contaminada” … é o que a maioria das pessoas bebem. Eu mesmo bebia. Tive COVID no fim do ano e as sequelas foram horríveis. Me sentia extremamente cansado. E, quando comecei a beber água alcalina, os efeitos foram quase que instantâneos. Em dois dias eu já tinha aumentado meu ritmo nos treinos. Estava com mais disposição. Até a cor da minha urina mudou. Então, definitivamente, água é o meu segredo.

VAM: Para finalizar Brunno, o que mais gosta da sua Cidade Maravilhosa?

- o Rio de Janeiro continua lindo…. O RJ continua sendo….. eu amo o rio. Mesmo com todo o caos! Ele é lindo.

Quando falamos em smoking associamos o traje imediatamente ao black tie. Na minha opinião hoje quando o dress code pede um smoking, prefiro sempre indicar um traje diferenciado, sofisticado que o leve ao luxo, ou seja um traje de gala, podendo ser feito segundo a preferencia de cada individuo.
Não quero uniformizar, todos iguais? Prefiro não rotular o traje, mas sim criar um que atenda a personalidade de cada um. - Eduardo Guinle.

Equipe

Editor Chefe/Entrevista: @antonnio.italiano

Produção executiva e styling @samantha_szczerb

Fotos @fernanda.candido

Beleza @elcidesfreitas

Locação @piermauario

Looks @eduardo_guinle

댓글


bottom of page