top of page

Samuel Pereira, Especialista em tráfego e audiência na internet amplia leque investindo no ZapVoice

Atualizado: 30 de ago. de 2022

O empresário amplia leque de negócios ao investir em startup que realiza automação de mensagens de áudio. Saiba mais sobre o ZapVoice, também ouça a entrevista para a capa VAM Magazine e descubra no que Samuel Pereira aplica o seu dinheiro.

Ass. Imprensa: Carolina Lara | Editor Chefe: Antonnio Italiano

O convidado da capa "VAM CAREER" é um expert! Samuel Pereira é empresário, investidor e fundador da SDA Holding. Entre alguns dos seus marcos está a criação do evento Segredos da Audiência Ao Vivo (SDA Ao Vivo), maior evento de tráfego e audiência do Brasil. Samuel também empreende no digital há 12 anos, onde já construiu dezenas de sites e blogs, apenas um deles recebendo 16 milhões de visitantes únicos. Nas redes sociais que gerencia são quase 5 milhões de seguidores, e nas suas redes sociais pessoas são 1 milhão de seguidores. Também é coautor do livro Negócios Digitais e também é autor Best-Seller na Revista Veja com o Livro Atenção! O Maior Ativo do Mundo, com prefácio de Luiza Helena Trajano.


Com o WhatsApp se popularizando cada vez mais entre empresas e startups, Samuel Pereira, um dos maiores especialistas em marketing digital e empreendedorismo no Brasil, viu a necessidade de investir em uma startup que oferecesse soluções para algumas das principais carências reportadas pelo mercado. Ele viu essa oportunidade no Zap Voice, ferramenta que envia áudios prontos como se tivessem sido gravados na hora, clicando em apenas um botão.

A startup conta com um valuation milionário e Samuel resolveu investir para ampliar ainda mais o ecossistema da SDA Holding, grupo que abriga uma série de empresas respeitadas em solo nacional e internacional. “Vejo esse movimento trazendo diversos benefícios a médio e longo prazo. A ZapVoice já conta com mais de 3 mil usuários ativos pagantes em 33 países em sua base e com nosso aporte financeiro e a expertise que trazemos ao negócio, acredito que esses números podem no mínimo triplicar nos próximos 12 meses”, revela.


A solução funciona por uma extensão no navegador Google Chrome, facilitando a vida de usuários das mais diversas plataformas. “A extensão é fenomenal. Estava com dificuldade de encontrar alguma que funcionasse no meu Macbook, pois a maioria dos programas são feitos para Windows. É extremamente intuitivo e instalei com apenas três cliques. Além disso, o suporte é supereficiente e sempre nos atendem com prontidão para sanar qualquer dúvida”, relata um dos clientes.


Com sua expertise e inteligência, Samuel Pereira conversa com o CEO VAM Magazine, Antonnio Italiano, onde um mundo cheio de conquistas, batalhas e paixão pelo que faz, são apresentadas para você, caro (a) leitor (a). Além de ler, disponibilizamos apenas UM áudio exclusivo, onde o empresário explica onde investe o seu dinheiro. Ótima experiência!

VAM: VAMos iniciar a entrevista querendo saber! Existe segredo para ter audiência? E o que é “ser relevante nas redes sociais”, Samuel? Existem certos segredos e estratégia sim. Muitas pessoas podem até viralizar um vídeo específico mas manter um crescimento hoje nas redes sociais, e se tornar relevante nas redes sociais, depende de estratégia, depende saber trabalhar realmente o seu conteúdo o seu posicionamento, o seu branding, e o destaque que você vai ter a partir de então não redes sociais. O segredo dá audiência é realmente saber se posicionar, saber atrair mais público, e se manter relevante


VAM: Quais marcas ou artista que você acredita ter uma estratégia impecável? Muito difícil ir numerar exatamente uma pessoa impecável, né, todos somos humanos, mas existem pessoas como estratégias realmente geniais, parece relevante, manter na mídia, se manter cativante, se manter cativando atenção das pessoas. Hoje a gente sabe muito bem que o dinheiro foi para onde vai a atenção das pessoas. Uma pessoa que sabe trabalhar muito bem é Anitta, inclusive foi incrível o recente prêmio que recebeu no ver VMA, como a primeira brasileira a receber esse prêmio importantíssimo para a cultura. Anitta está sempre utilizando a estratégia de holofote, o que é essa estratégia: ela sempre está em alta na mídia por audiência com algum ponto da sua carreira que ela direciona atenção das pessoas, ou por que ela lançou pela primeira vez um videoclipe em três línguas, ou por que ela é a primeira brasileira a receber X prêmio. Ou porque também Acabou de lançar algum outro produto, algo diferente do mercado, assim como ela utiliza muito mais estratégias dos lançamentos musicais. Sempre se mantendo em evidência e sempre se manter no relevante. Hoje quem entendeu esse jogo, como os artistas, que antigamente lançavam apenas álbuns, hoje lançam singles sempre com uma novidade aparecendo para criar tendências e atrair atenções. Entre outras várias pessoas que entenderam isso estão jogando um jogo constante de mercado, pessoas como Whindersson Nunes, que também fez um jogo de se posicionar no YouTube e depois migrou para se tornar uma marca.


VAM: Samuel, no mundo dos negócios, quem inspira a sua carreira? No mundo dos negócios que me inspira também é o Steve Jobs, que infelizmente não está mais entre a gente, mas ele é uma grande inspiração, porque ele entendeu como vender o produto, como transformar algo, como empacotar o produto, como fazer uma apresentação, chamar atenção, entrar na mídia, fazer holofotes para isso e criar tendências. Outra pessoa que me inspira pela visão e como aplica isso é o Yellow Musk, Ele realmente coloca sonho gigantescos, muito grandes como ir para Marte, então ele realmente quebrou muito o status quo e resolveu fazer diferente de todos. Outra pessoa que eu gosto muito, que sabe fazer compra e venda, direcionamento de empresas, direcionamento de negócios, E eu tenho mais proximidade e uma amizade muito grande, é um irmão para mim, o Janguiê Diniz, capa da Forbes, fundador do Grupo Se Educacional. É um cara que me inspira demais!


VAM: Mundo TikTokers: O que você aprendeu com essa nova geração tecnológica? E o que não gosta do mercado? Esse mundo novo do TikTok, o que eu aprendi é que não podemos criticar sem aprender algo antes. Muitas pessoas chegam criticando, “porque Adam sinhá, ou porque aquilo X“, até porque mesmo que pareça trivial demais, para algumas pessoas pode parecer bobo, a gente tem que entender que essa estratégia pode ser realmente útil, e podemos aprender algo com isso. Tenho k exemplo de uma mentorada que é advogada, onde no TikTok o conteúdo dela é Direito previdenciário, então ela coloca vídeos, posta dicas de direitos, cria conteúdos interessantes e relevantes, e o que aconteceu é que ela lotou agenda dela e chegou a um crescimento gigantesco. Então ela chegou nas pessoas, então uma lição é que primeiro antes de criticarmos, nós precisamos aprender algo com isso. O ser humano sempre gostou de entretenimento, então temos que aprender.

VAM: O mercado é competitivo! Samuel, quanto de investimento é necessário para “bombar”? E quem não tem como investir, por onde começar? Sim um mercado competitivo. E não existe uma estimativa em valores exatos, mas a primeira coisa que precisa fazer é realmente entender o posicionamento, o conteúdo, editorial criada. Porque se a pessoa entende ação, Mesmo no orgânico e ela tem possibilidades de conseguir o sucesso. Mesmo quando a pessoa não tem dinheiro para investir. Quando eu comecei, nos meus sites, 12 anos atrás eu não tinha dinheiro pra investir, o que eu tinha era em vontade de aprender, utilizei a força do movimento orgânico, no Google eu fazia conteúdos para ser rankiados, para que trouxesse mais bonitas para o meu site, sem capitalizando e quanto mais pessoas meu site, eu tinha mais pessoas eu conseguiria rentabilizar o negócio, logo eu fazia isso virar algo importante. É por isso que não é totalmente necessário o dinheiro, a internet é muito democrática, onde grandes empresas cresceram muito maior na internet.


VAM: Instagram X TikTok, qual o seu preferido, e porque? Hoje o Instagram é realmente era da forma que gerar mais resultado para a maioria Dos negócios que a gente ver, o Instagram eu gosto muito porque ele não só tenho feed, assim como TiK ToK, ele cresceu com o tempo e acabou englobando várias soluções diferentes, assim como as lojinhas, para minha plataforma mais completa que existe hoje, pelas ferramentas que foram criadas durante os anos, como lives, vídeos maiores, inbox e tudo mais que já estamos acostumados a manusear.


VAM: Ser autor e Best-Seller é incrível! Parabéns! Diga-nos o que faz você continuar investindo na leitura? Foi incrível ser Best-Seller, Primeiramente com livro Negócios Digitais como coautor, E segundo com o livro “Atenção Maior Ativo do mundo”, pra mim continuar investindo na leitura é um ponto muito importante, penso assim na faculdade eu devorava livros, inclusive eu ia tirar as minhas férias, como não tinha dinheiro para comprar tantos livros, eu alugava o máximo de livros que eu podia, na biblioteca por vez, 5 a 6 livros e levava todos os dias para casa, para ficar lendo, na do meu cursinho de Publicidade propaganda. Porque conhecimento é poder, sempre marquei essa frase comigo, a leitura faz parte disso. Livros mais vendidos da Amazon, e você vai fazer uma ação com o valor de um real, Em formato digital com a editora, e eles toparam para que agente pudesse dar possibilidade para as pessoas lerem que quisesse interesse conteúdo, e tivesse tivesse mais estabilidade e deixei esse livro é um real, inclusive lembrando que 100% dos direitos autorais deste livro, bestseller, foi doado para uma instituição que ajuda crianças carentes.


OUÇA VAM: Como investe e ganha o seu dinheiro? Existe segredo para o sucesso?

VAM: Existe segredo para o sucesso? Eu acredito que o sucesso é uma jornada, eu aprendi isso no livro do John Maxwell, que o sucesso é uma jornada, o sucesso de um ponto específico que a gente chega, mas sim a jornada que a gente corre. O sucesso é uma jornada pra mim eu acredito nisso, vamos realizando até chegar lá. Já o segredo do fracasso é tentar agradar todo mundo.


VAM: Lá na sua infância, qual o sonho realizado hoje? E qual sonho deseja realizar? O sonho que eu tinha na minha infância era ganhar dinheiro com a internet, graças a Deus eu consegui realizar isso, e com o imperador ismo digitais e os negócios digitais, então o sonho que eu tenho hoje é cada vez mais ajudar as pessoas a realizarem esse sonho também, é essa satisfação de crescer o seu negócio com poder da internet, com o mundo digital


VAM: No mundo lifestyle, qual o seu estilo de vida? Acredita ser importante compartilhar a vida privada nas redes sociais? O meu Lifestyle é viajar, Ano passado fui quatro vezes para Dubai,, Maldivas, Paris, Nova Iorque isso só no passado. Só este ano foi pra Dubai, Estados Unidos, enfim. Eu realmente gosto muito de viajar, eu gosto muito de experiências, viver em lugares diferentes, conhecer a cultura, restaurantes, de tomar um bom vinho em confrarias com os amigos, gosto de estar rodeado de amigos sempre. Gosto muito de estar com pessoas, sentar numa mesa e conversar. Isso para mim é muito legal. Falar de negócios tomando vinho, gosto de curtir isso. E eu acredito que compartilhar a vida privada das oito sociais é ótimo, não vejo problema, inclusive compartilho muito da minha vida nas redes sociais e não me incomodo com isso. E gosto de ver a vida de outras pessoas e acompanhar nas redes sociais.Antigamente os nossos pais tinha um medo de compartilhar a vida pois não conhecia muito internet hoje em dia acredito que esse medo tenha diminuído mas ainda é bom ter cuidado com as crianças adolescentes. As pessoas confio no que conhece cada vez mais que você mostrar o seu estilo de vida e o que você faz, por vezes mais sucesso alterar.

Confira os seis erros fatais para seu Instagram:

Esquecer a criação de cultura: é preciso “provocar” os seguidores no sentido de fazer com que interajam. Quanto mais você mostra para eles a importância dessas interações com o conteúdo e devolve na mesma intensidade, você vai criando uma cultura de que, no seu perfil, é interessante participar.

É preciso quebrar o gelo com o público, como você faria no momento de uma palestra, por exemplo. Sentimento, emoção e envolvimento são pilares essenciais. Mostre para os seguidores que é essencial o que você espera deles, afinal, audiência é relacionamento. Reconhecer esses seguidores com conversas, presentes e trocas, faz com que sejam parte do seu processo e se sintam valorizados. “Mesmo que você tenha apenas três seguidores engajados, dê valor a eles. As pessoas gostam disso. Muito disso tem a ver com entender o comportamento humano”, explica.

Não ter chamada para ação (CTA): O famoso “deixe seu comentário” é crucial. Se você não está fazendo, está deixando de ter engajamento. Cada vez que o perfil faz essa chamada, está também criando cultura e começa a envolver mais os seguidores.

Não ter linha editorial definida: “sobre o que eu falo?” Quem começa a seguir um perfil tem claro o que quer com isso, portanto, é preciso que você consiga também transmitir o seu conteúdo de forma objetiva. Criar algumas palavras e citações pode ser um diferencial. “Instagram é criar movimento”, detalha Samuel.

Sair postando aleatoriamente: é preciso ter uma programação de postagens. As pessoas também acompanham o cronograma e esperam por isso. Dizer o que vai acontecer, conectar pontos, gerar algum tipo de curiosidade ou vontade de saber o que vem depois pode trazer ainda mais engajamento. Criar um storytelling faz toda diferença.

Trazer seguidores que não vão comprar de você: seguidores precisam dar resultado. Não basta apenas estarem lá se não interagem, geram relevância ou compram. A qualidade dos seguidores é ponto de extrema importância. “O maior conselho que posso dar é reinvestir no seu Instagram, desde a capacitação até o impulsionamento. Ter conhecimento muda o jogo”, finaliza.

コメント


bottom of page